skip to Main Content
(21) 99400-1223 contato@ambarboasvibracoes.com.br

INFORMAÇÃO SOBRE O ÂMBAR:

Várias são as perguntas que as pessoas me vão fazendo sobre alguns detalhes dos colares de âmbar. Perguntas que eu também já me fiz e que vos deixo nesta nota a minha interpretação e o conhecimento que fui adquirindo sobre, neste caso, as cores, os modelos e a limpeza.

 

AS CORES: Do ponto de vista terapêutico não tem influência. O que é importante é que seja âmbar natural do Báltico, já que é este, é o que contém a maior concentração de ácido succínico – o responsável pelos benefícios terapêuticos do âmbar.

Poderá alguma cor ter uma maior ou menor concentração, mas a diferença não é significativa.

As cores são, portanto uma questão de gosto pessoal e estética.

 

O POLIMENTO: No âmbar não lhe retira as características (evidenciando a sua beleza), no entanto, há quem afirme que quanto menos processado ele for, maior é a quantidade de ácido succínico, logo, maior a efetividade.

Os polidos sem sombra de dúvida funcionam e têm resultados ótimos – são os mais vendidos.

Os não polidos (raw amber) têm uma maior concentração de ácido succínico, podendo ser, um pouco mais eficazes.

 

QUANTO AOS MODELOS: É apenas a forma em que foram polidas e moldadas as peças de âmbar. Normalmente quanto menores ou perfeitas forem, caro se torna a peça.

O aspeto limpinho e mais brilhante é resultado do polimento que é feito ao ser trabalhado.

Os modelos são, portanto uma questão estética e de gosto pessoal.

 

Back To Top